Mayas na Oca

A Oca recebe do dia 10 de junho a 24 de agosto a maior exposição sobre a Civilização Mayas já feita no Brasil: Mayas: revelação de um tempo sem fim. São centenas de objetos que ultrapassam o valor estético da arte maia do período pré-hispânico, mostrando o estilos de vida, organização sócio-política, consciência histórica, religiosidade e a cosmovisão desta antiga cultura.

maya-oca

A exposição tem uma seção introdutória com a visão geral da área geográfica, grupos mayas e uma linha do tempo. Já no subsolo, oito eixos temáticos ocupam uma área de 3 mil m², que abordam: O homem frente à natureza; Comunidade e vida cotidiana; O coração das cidades; O homem à frente do tempo e dos astros; As elites governantes e sua historiografia; As forças sagradas; O homem e os deuses: os rituais; ‘Entrar no caminho’: ritos funerários.

Abaixo vídeo sobre a exposição

fonte: http://www.parqueibirapuera.org/exposicao-dos-mayas-na-oca/

vitrines: valentine’s day

Abaixo algumas inspirações de vitrines para o dia dos namorados

Valentine's Day Windows - image from WindowsWear.com

Alexander Kent  | www.alexanderkent... Creative idea for displaying items without looking cluttered.

This romantic display for The Great Gatsby at  Harrods, London, May 2013 would also work for Valentine's Day. We have couples mannequins at MannequinMadness.com

valentines mannequin display

Holt Renfrew Valentine's Day Windows

Love this mannequin holding a balloon bouquet, as if she is floating in the store

Cardboard ticks all the boxes of a trendy and cost effective display. Cardboard is eco friendly, recyclable, low cost and gives a raw, unfinished look to your store.  Read more https://www.sishop.com.au/blog/cardboard-displays-fixtures-in-visual-merchandising #solutionsinretail

fonte: http://br.pinterest.com/paulamello54/ambienta%C3%A7%C3%A3o/

Vitrines para cosméticos

Abaixo algumas vitrine que espoem de forma criativa seus cosméticos e passam seu conceito

Point of Sale Glorifier | POP | POS | Lacey http://pop-solutions.tumblr.com

Art Direction by Yuni Yoshida--works to reinforce color story (red) or showcase Beauty/Cosmetics dept.

Barbie M.A.C. display

it's not easy putting on make-up,pinned by Ton van der Veer

my colour, pinned by Ton van der Veer

Want to be sitting here? Spend $20 or more on Miss Shop Cosmetics and have your nails painted in the Myer Melbourne windows FREE! Register at the cosmetics essentials counter next to the Benefit Brow Bar, conditions apply - ask a team member for more details #missshopnailart

Penhaligon's London_Regent Street by Christopher Jenner

Makeup Tools from http://findanswerhere.com/makeup

Perfume visual merchandising

Discover the World of Jo Malone™

Fonte: http://br.pinterest.com/paulamello54/ambienta%C3%A7%C3%A3o/

Vitrines Ralph Lauren

Muito mais do que apresentar seus produtos as vitrines da grife Ralph Lauren passam um conceito.

Abaixo algumas vitrines inspiradoras da grife

WindowsWear | Ralph Lauren, New York, September 2012

Ralph Lauren window display

VM | Window Visual Merchandising | VM | Window Display | Ralph Lauren, New York, June 2013

WindowsWear | Ralph Lauren, New York, May 2013 ~

Ralph Lauren windows, London » Retail Design Blog

Explore the vibrant holiday windows at our St. Germain store

Ralph Lauren - April 2014 - London via retailstorewindows.com

Marie Claire the Best Christmas Windows 2013  Ralph Lauren

Holiday windows at our Ralph Lauren store in Greenwich, CT

The Spring 2013 Collection epitomized by the elegant decor of our St. Germain store windows

Explore the glamorous holiday windows at 888 Madison Avenue.

Holiday windows at our Ralph Lauren store in Greenwich, CT

Understated Xmas window display at Ralph Lauren

Magnificent Christmas Tartan store window! Very Ralph Lauren.

Fonte: http://br.pinterest.com/paulamello54/ambienta%C3%A7%C3%A3o/

Inspirações de vitrines para sapato/bolsas

abaixo algumas inspirações para vitrines de sapatos, bolsas e acessórios

Less is more with window displays

cute, but I don't know whose windows it is...

shoes

definitely does not apply to cottonwood... put just too funny for a handbag display! haha!

Plv de ASICS , es llamativo ya que juega con muchos tipos de colores y hace destacar a su producto de los otro .IVAN / ASICS® Sneakers Make a Splash in Color

We sell new and used mannequin legs at Mannequin Madness.com

Very simple display for a variety of items.  Imagine this in red for Valentine's Day or in Orange for autumn.  Acqua di Parma - 2010 Christmas Windows (Milan - Italy) (124), via Flickr.

Visual merchandising.

Fenwicks window display ~

exhibition

saks shoe window - we sell these legs at www.MannequinMadness.com

I love the vintage bird cages being used to display merchandise! Looks very pretty, with just a touch of antiquity!

Hermes #escaparatismo #retail #visual merchandising   trakrecruiting.com - specialist retail & fashion recruiters

Mail-Order-Brides Revisited - a grea way to display shoes with humor.    We have mannequin legs for sale at Mannequin Madness

Vitrines Louis Vuitton - Genève, janvier 2010 Click www.pinterest.com/instorevoyage to find thousands of in-store marketing and visual merchandising pins

Vitrines Louis Vuitton - Paris, décembre 2011 www.instorevoyage.com   #in-store marketing #visual merchandising

Vitrines Louis Vuitton  Champs-Elysées - Paris, janvier 2011 www.instorevoyage.com   #in-store marketing #visual merchandising

http://media-cache-ec0.pinimg.com/736x/40/f9/7e/40f97ea6856397f9bb12456fc8e3527d.jpg

Fonte: http://br.pinterest.com/paulamello54/ambienta%C3%A7%C3%A3o/

Vitrines de Natal

Abaixo algumas inspirações para vitrines de natal

Christmas Window Displays for Homes | like the colors red and white -- very attention grabbing.

El diseño es muy simple,con el color blanco y negro,en comparacion con otros multicoleres este nos dan una sensación más cómoda---jiang lin jing

New York Stores Light Holiday Windows - Slideshow - WWD.com

toy store christmas windows | Department stores display the wonders of the season in their windows ...

It would be cool to do this to my window for winter

NYC - Saks Fifth Avenue window display

Tiffany and Company,"we need a bigger sleigh", pinned by Ton van der Veer

Gingerbread decorations

Have a special preview of the Fendi QuTweet capsule collection just arrived in our boutique in Paris, Avenue Montaigne.

Anthropologie Snowflakes    Winter 2007

Ciseaux et Spice: Ciseaux Craft: Pinecone Idées de décoration pour Noël

Louboutin - We love shops and shopping - seanmurrayuk.com & www.facebook.com/shoppedinternational

I like the branch with little things on it--what if we had a branch with the critters and other little accessories on it? or hang stockings from it?

Fonte: http://br.pinterest.com/paulamello54/ambienta%C3%A7%C3%A3o/

Barbie como inspiração para vitrine

Confira a baixo a vitrine inspirada na Babie da loja Colette de Paris em 13 de março de 2009, ano que boneca Barbie completa 50 anos

Fonte: http://www.fashionwindows.net/2009/03/store-windows-in-paris-barbie/

Post-it note nas vitrines

Abaixo algumas inspiração de vitrines decoradas com Post-it

Post-it Note Window Display, pinned by Ton van der Veer

post-it notes, neon pink, display, window display, Blush display, valentine's day, in our window, pink post- it  giant heart, blush style,

To Do List - NYC public art installation - Post It

Window display with Post-it Mona Lisa

Tetris with post-it notes...if I were still working I would totally have post-it noted my huge window.

"This window display is done very well...would look great for a casino party" - Garrett

Creative Store Display Ideas | Window Display | itsybitsybrianna

Fonte:http://br.pinterest.com/

Branco na decoração

Algumas pessoas ainda tem medo de apostar no branco na decoração, pois acreditam que suja fácil e a limpeza fica difícil. Mas o branco é contemporâneo, rebate a luz e da a sensação de claridade, limpeza e luminosidade.  O ambiente não precisa ser todo da mesma cor, mas pode ter detalhes que com certeza irão tornar o espaço mais sofisticado e chic. Como esses maravilhosos ambientes da minha querida Casa Cor.

Home Office

Recepção

dicas de decoração branco ambientes cores tendencia 2012 2013 casa cor (2)

Clínica

Varanda

Sala de Almoço

Escritório

Sala de Banho

dicas de decoração branco ambientes cores tendencia 2012 2013 casa cor (7)

Sala de TV

dicas de decoração branco ambientes cores tendencia 2012 2013 casa cor (8)

Lavanderia

dicas de decoração branco ambientes cores tendencia 2012 2013 casa cor (9)

Cozinha Gourmet

dicas de decoração branco ambientes cores tendencia 2012 2013 casa cor (10)

Salas Integradas

Fonte: http://acervodeinteriores.com.br/branco-na-decoracao/

Etam Cru em Barcelona

A baixo um pouco do que rolou na primeira exposição dos poloneses Etam Cru na Montana Gallery em Barcelona, a “Ugly Heroes”.

BADTRIP low

BEZT---the-Purge-low

BEZT---Thief-low

BEZT--Between-low

DEADMATCH low

ETAMCRU-2

ETAMCRU-9

ETAMCRU-12

ETAMCRU-24

ETAMCRU-39

ETAMCRU-61

LONELY TRAVELER low

NAITSABES low

Ugly-heroes-low

UH screeprint low

Fonte: http://www.zupi.com.br/etam-cru-exposicao-barcelona/

Man Meets Woman

O designer chinês Yang Liu criou uma série de ilustrações minimalistas, semelhantes a pictogramas, para retratar e criticar os estereótipos existentes sobre homens e mulheres. A série se chama “Man Meets Woman” e busca discutir, nas mais diversas situações, a divergência entre pessoas do sexo masculino e feminino, é bastante interessante como referência para trabalhos nesse sentido.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: http://www.hypeness.com.br/2014/08/ilustracoes-minimalistas-ilustram-os-estereotipos-associados-a-homens-e-mulheres/

Etiquetado , , ,

Vitrines da Louis Vuitton para divulgação dos produtos fabricados com couro de avestruz

A marca Louis Vuitton divulgou seus produtos fabricados com couro de avestruz com muito bom humor e criatividade. Confira abaixo fotos da vitrine

 

fonte: http://ameconsultoria.wordpress.com/2010/09/07/avestruzes-na-louis-vuitton/

Loja é construída com janelas antigas

Loja Construída com Janelas Antigas

A loja foi improvisado a partir de materiais reciclados, como placa de MDF, madeira e plástico bolha. Dezenas de janelas antigas de diferentes formas e tamanhos compõem as paredes eo teto da tenda forma inclinada. A loja também tem nenhum sinal e vários entranceways – fazendo os clientes se sentem como se tivessem descoberto a estrutura única.

No interior, teeshirts dobrar como abajures, pendurado no teto e iluminado por lâmpadas dentro. Mais linhas de roupas das paredes, bem como outros acessórios cultura jovem. 

Tong queria criar uma loja independente que contrastava das grandes lojas e boutiques em cadeia que rodeiam o átrio do shopping. A loja resultante se assemelha a uma infância disforme forte, folheados ou chapeados de janelas fora de uso. Desde MOMO Shop (que se refere a um suculento pêssego) foi concebido para ser voltado para o mercado adolescente, a referência de Tong à infância era apropriado e atraente para esse público, também projetou MOMO Shop para ser facilmente desmontado e embalado em pequenas partes. A loja pode ser armazenado em pouco espaço, ou pop-up em sua próxima locação!

Fonte:http://inhabitat.com/momo-is-a-pop-up-shop-made-from-dozens-of-recycled-windows/andy-tong-momo-shop1/?extend=1 

Loja Construída com Janelas Antigas

 Andy-Tong-MOMO-shop3 Andy-Tong-MOMO-shop4 Andy-Tong-MOMO-shop5 Andy-Tong-MOMO-shop6

 

Alice no Pais das Maravilhas como tema de vitrine

A tradicional loja de departamentos Bloomingdale´s em Nova York aproveitando o megasucesso do filme “Alice no país das Maravilhas” decorou suas vitrines com a mesa de chá do Chapeleiro Louco, flores e cogumelos gigantes remetendo ao mundo de fantasia da história. Foi criado por Sue  Wong, uma coleção de vestidos e acessórios vendida exclusivamente na loja com inspiração no filme.

Fonte: http://designinnova.blogspot.com.br/2010/03/vitrine-com-tema-aline-no-pais-das.html

Vitrines criativas

Pesquisas apontam que cerca de 80% da decisão de compra de um produto ocorre na vitrine.

Investir na criatividade é uma ótima opção para atrair o consumidor.

abaixo algumas referencias

 

vitrine (2)

8

7

6

5

4

vitrinewq

vitrine

vitrine (3)

Fonte:http://manduanoweb.com.br/blog/tag/marketing-2/

 

As vitrines de Alber Elbaz

No mundo das vitrines tudo é válido, quanto mais interessante elas forem, melhor será, já que “vitrines são o meio mais direto de se comunicar com as pessoas”. Nesse post vocês poderão ver algumas das vitrines do genial Alber Elbaz, o diretor de criação da Lanvin, seu trabalho é tão fantástico que se tornou o tema de um livro. Suas obras, se assim podemos chamar suas vitrines, são cenários incríveis que misturam formas, movimentos, objetos e cores, criando pequenos mundos com grandes conceitos, exatamente como deveriam ser todas as vitrines; nas palavras de Elbaz: “Quando crio vitrines, não começo com um vestido vermelho ou um casaco branco, eu começo com o sonho de uma história e com um croqui”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Retirado de: http://ffw.com.br/noticias/cultura-pop/vitrines-fantasticas-assinadas-por-alber-elbaz-para-a-lanvin-viram-tema-de-livro/

Etiquetado , ,

Victoria Revealed – Em uma nova exposição no Palácio de Kensington

Presidentes e primeiros-ministros. Líderes estrangeiros e chefes de Estado. Celebridades e figuras históricas. O público em geral tende a ter fortes impressões e fixos de indivíduos poderosos. Moldada pela mídia e opinião pública, essas interpretações unidimensionais são muitas vezes difícil de abalar. Este foi o principal desafio enfrentado pela Historic Royal Palaces na realização da exposição Revelado Victoria no palácio de Kensington, em Londres. Como é que é possível contar a história de indiscutivelmente a pessoa mais importante que já habitavam o palácio, reunindo a Rainha Victoria de lore-um familiar sombrio mulher mais velha vestida de preto-e a mulher mais jovem, romântico destinado à grandeza?

Parecia haver apenas uma solução adequada: Vamos Victoria falar por si mesma.

Continuar lendo

Ambientação – Mundo dos Games

Hoje em dia a grande maioria das pessoas são apaixonadas por games, mas imagine se você pudesse viver no mundo de seus jogos favoritos, trazer para a realidade ambientes que só existem virtualmente. Bom, em uma matéria da Revista Clichê foi feita uma seleção de ambientes criados à imagem e semelhança de cenários virtuais. Veja, inspire-se e crie seu próprio mundo da fantasia!

500x_kirby-4-1000 world-of-warcraft-inspired-bathroom Videogame-Wall-Decoration supermarioroom quarto-portal-2 (1) post_20120214_capcom angry-birds-papel-parede (1) angry-birds-papel-parede banheiros-geek2 banheiros-geek4 bibliotecas-bizarras6_large angry-birds-decoracao 96999_700b_v1-567x424-custom 500x_kirby-15-1000 500x_kirby-11-1000

THEATRE OF POITIERS: Sinalização

Projeto de sinalização e ambientação do Théâtre et Auditorium de Poitiers, localizado na França, foi desenvolvido pelo estúdio de design P-06 Atelier de Portugal em parceria com o arquiteto João Luis Carrilho da Graça. O conceito gráfico do trabalho buscou nas cores e no uso da tipografia os elementos de comunicação para os espaços do prédio.

Postado por Thiago

Etiquetado , , ,

PARQUE GERMÂNIA : Sinalização

O projeto do Parque Germânia, que fica em Porto Alegre, foi desenvolvido pela SCENO, escritório especializado em projetos de environmental graphic design. Entre outros conceitos buscou-se na inovação a fórmula para transformar a atmosfera de um ambiente tão visitado como esse. Através de grandes elementos de identificação esse espaço passou a ser um ponto de referência entre as diversas praças da cidade.

Mais fotos

Postado por Thiago

Etiquetado , , ,

Albert Concept Retail: Sinalização do supermercado

Projeto clean, muito bom!

Projeto de comunicação visual para o Supermercado Albert na República Tcheca, desenvolvido pelo escritório de design Blink.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais imagens

Postado por Thiago

Etiquetado , , ,

Sydney Water

Ao mudar sua sede corporativa para Parramatta em 2009, um edifício icónico foi desenhado por Denton Corker Marshall. Foi construída por MULTIPLEX Brookfield, ambientação por Woods Bagot e sistema de sinalização por BrandCulture. A sinalização e elementos gráficos foram projetados para que fossem compatíveis com  os acabamentos arquitetônicos.

Mais imagens

Postado por Thiago

Etiquetado , , ,

Espaço Kibon

A Oficina de Sinalização a pedido da Costa Galli Publicidade, produz toda a ambientação do espaço dos sorvetes Kibon. O espaço dentro da lojinha da Unilever ganhou adesivos de chãoimpressões nas paredesadesivação das conservadoras e um mega luminoso.

A montagem de toda a comunicação visual foi realizada em uma madrugada para possibilitar no dia seguinte as compras dos colaboradores.

Postado por Thiago

Etiquetado , , , ,

Museu do Futebol: Comunicação visual Sala dos Números e Sala das Origens

 

 

Museu do Futebol
Comunicação visual Sala dos Números e Sala das Origens
2008, Jair de Souza Design
Com Rafael Torres
Direção de arte: Jair de Souza
Museografia: Daniela Thomas e Felipe Tassara

Etiquetado , , , ,

Expo: A imagem do Brasil no tempo da Segunda Guerra – Ambientação

A imagem do Brasil no tempo da
Segunda Guerra

Design visual
2009, Jair de Souza Design
Com Dan Fervin e Guilherme Portela
Projeto expográfico: Jair de Souza

Postado por Thiago

Etiquetado , , , ,

Revista O Globo 5 anos – Ambientação


Revista O Globo 5 anos

Ambientação
2009, Jair de Souza Design
Com Jair de Souza

Postado por Thiago

Unilever + ambientação e sinalização – Projeto Vitalidade

Projeto de ambientação e sinalização baseado no conceito global da Unilever – Vitality.

Implantado inicialmente nas unidades Home & Personal Care/Latin América, na Avenida Juscelino Kubitschek/São Paulo e na Unidade Valinhos/interior de São Paulo, este projeto ganhou força e foi aplicado também na cidade de Leeds/Inglaterra. Neste momento, o Vitality está sendo implantado na unidade Pouso Alegre/MG.

Mais sobre o projeto

 

Post por Thiago

Etiquetado , , , ,

NAVE – ouro no IDEA Brasil e IDEA Awards

Projeto de sinalização e ambientação  muito bom, me chama atenção a combinação das cores, e os detalhes em linhas finas das ilustrações.

NAVE
Marca, Comunicação visual, Ambientação e Sinalização
2008, Jair de Souza Design
Com Rita Sepulveda, Eduardo Paixão, Rafael Torres e Antonio Duarte
Direção de arte: Jair de Souza

Projeto premiado com ouro no IDEA Brasil eIDEA Awards

 

Post por Thiago

Etiquetado , , , , , ,

Sinalizações futuristas invadem áreas industriais de Madrid

Estrturados em aço, vidro e policarbonato, postos de sinalização em LEDs facilitam visualização das entradas de áreas industriais

O sistema de sinalização para as zonas industriais de Madrid, foi concebido pelo escritório Brut Deluxe Arquitetura + Design, a fim de orientar o visitante visualmente ao seu destino de maneira clara e evidente. Chamado de Totem, os postos de sinalização possuem estrutura em aço com revestimento de policarbonato branco e vidro. À noite, os sinais são iluminados por dentro, por LEDs brancos ligados à temporizadores de lâmpadas da rua.

O objetivo do projeto é dar uma imagem distinta de forma que se possa visualizar e identificar ainda que de longa distância os pontos de acesso principal. Uma vez localizada a área industrial, os postos seguintes possuem informações mais detalhadas impressas ao redor de suas bases, como mapa da área e uma lista de todas as empresas.

Em dezembro de 2010, o sistema de sinalização foi instalado nas primeiras três áreas industriais de Madrid (Villaverde, Vallecas e Aguacate) com um total de 4 postos primários (com a função de facilitar a localização da zona industrial) e 27 secundários (localizados dentro das zonas industriais, oferecendo informações mais detalhadas, como mapas e lista de empresas)

Por: Thiago

Etiquetado , , ,

Sinalização p/ Cadeia – karla

Trabalho de faculdade.(Wagner)
“O real objetivo desses elementos criados é, de uma forma mais engraçada e divertida, expor e até mesmo ridicularizar, os principais problemas encontrados dentro de uma cadeia”

passou da hora … rs – Karla

“Quantas vezes não vimos lugares de estacionamento reservados a pessoas com deficiência e também, já agora, os lugares reservados a grávidas, ocupados por todos menos a quem lhe é devido? Até compreendo os homens que estacionam no lugar reservado a mulheres grávidas. Muitos deles têm “gravidezes” avançadas de 10 meses ou mais de cerveja, enchidos e nenhum exercício físico. Quanto aos outros, ou são mesmo deficientes mentais ou não sabem ler.

Nada melhor que colocar sinalização deste tipo, muito mais evidente, para quem achar que só o primeiro sinal não é suficientemente claro (e ainda se diz que uma imagem vale por mil palavras…). Este upgrade na sinalética é capaz de dissuadir, por vergonha, alguns perpetradores ou incentivar outros a assumirem-se como doentes mentais que são. Só não serve como solução se o problema for a iliteracia, mas isso é outra história…”

 

SINALIZAÇÃO VERTICAL – Karla

SINALIZAÇÃO VERTICAL
É um subsistema da sinalização viária cujo meio de comunicação está na posição vertical,
normalmente em placa, fixado ao lado ou suspenso sobre a pista, transmitindo mensagens de caráter
permanente e, eventualmente, variáveis, através de legendas e/ou símbolos pré-reconhecidos e
legalmente instituídos.
A sinalização vertical é classificada de acordo com sua função, compreendendo os seguintes tipos:
– Sinalização de Regulamentação;
– Sinalização de Advertência;
– Sinalização de Indicação.

SINALIZAÇÃO DE REGULAMENTAÇÃO
Tem por finalidade informar aos usuários as condições, proibições, obrigações ou restrições no uso
das vias. Suas mensagens são imperativas e o desrespeito a elas constitui infração.

Formas e Cores
A forma padrão do sinal de regulamentação é a circular, e as cores são vermelha, preta e branca:
Características dos Sinais de Regulamentação

Constituem exceção, quanto à forma, os sinais R-1 – Parada Obrigatória e R-2 – Dê a Preferência,
com as características:

Dimensões Mínimas
Devem ser observadas as dimensões mínimas dos sinais, conforme o ambiente em que são  implantados, considerando-se que o aumento no tamanho dos sinais implica em aumento nas dimensões de orlas, tarjas e símbolos.

 

 

Intruções – Karla

só para descontrair 😉 rs

Sinalização Horizontal – Karla

 

A sinalização horizontal e um subsistema da sinalizacao viária composta de marcas, símbolos e legendas, apostos sobre o pavimento da pista de rolamento. 

A sinalização horizontal tem a finalidade de fornecer informações que permitam aos usuários das vias adotarem comportamentos adequados, de modo a aumentar a segurança e fluidez do transito, ordenar o fluxo de trafego, canalizar e orientar os usuários da via.

 A sinalização horizontal tem a propriedade de transmitir mensagens aos condutores e pedestres, possibilitando sua percepção e entendimento, sem desviar a atenção do leito da via.

 Em face do seu forte poder de comunicação, a sinalização deve ser reconhecida e compreendida por todo usuário, independentemente de sua origem ou da freqüência com que utiliza a via. 

PRINCÍPIOS DA SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

Na concepção e na implantação da sinalização de transito deve-se ter como principio básico as condições de percepção dos usuários da via, garantindo a sua real eficácia.

Para isso, e preciso assegurar a sinalização horizontal os princípios a seguir descritos:

Legalidade

Código de Transito Brasileiro – CTB e legislação complementar;

 Suficiência

Permitir fácil percepção, com quantidade de sinalização compatível com a necessidade;

 Padronização

 Seguir padrão legalmente estabelecido; 

Uniformidade

Situações iguais devem ser sinalizadas com os mesmos critérios;

 Clareza

Transmitir mensagens objetivas de fácil compreensão;

 Precisão e confiabilidade

Ser precisa e confiável, corresponder a situação existente;

ter credibilidade;

 Visibilidade e legibilidade

Ser vista a distancia necessária; ser interpretada em tempo

hábil para a tomada de decisão;

 Manutenção e conservação

Estar permanentemente limpa, conservada e visível;

 Importância

A sinalização horizontal:

● Permite o melhor aproveitamento do espaço viário disponível, maximizando seu uso;

● Aumenta a segurança em condições adversas tais como: neblina, chuva e noite;

● Contribui para a redução de acidentes;

● Transmite mensagens aos condutores e pedestres.

Apresenta algumas limitações:

● Reduzir a durabilidade, quando sujeita a trafego intenso;

● Visibilidade deficiente, quando sob neblina, pavimento molhado, sujeira, ou quando Houver trafego intenso.

 Padrão de formas e cores

A sinalização horizontal e constituída por combinações de traçado e cores que definem os diversos tipos de marcas viárias.

 Padrão de formas:

Continua: corresponde às linhas sem interrupção, aplicadas em trecho especifico de pista;

  •  Tracejada ou Seccionada: corresponde as linhas interrompidas, aplicadas em cadencia, utilizando espaçamentos com extensão igual ou maior que o traço;

 ● Setas, Símbolos e Legendas: correspondem as informações representadas em forma de desenho ou inscritas, aplicadas no pavimento, indicando uma situação ou complementando a sinalização vertical existente. 

Padrao de cores:

 Amarela, utilizada para:

– Separar movimentos veiculares de fluxos opostos;

– Regulamentar ultrapassagem e deslocamento lateral;

– Delimitar espacos proibidos para estacionamento e/ou parada;

– Demarcar obstaculos transversais a pista (lombada).

 ● Branca, utilizada para:

– Separar movimentos veiculares de mesmo sentido;

– Delimitar areas de circulacao;

– Delimitar trechos de pistas, destinados ao estacionamento regulamentado de

veiculos em condicoes especiais;

– Regulamentar faixas de travessias de pedestres;

– Regulamentar linha de transposicao e ultrapassagem;

– Demarcar linha de retenção e linha de “De a preferência”;

– Inscrever setas, símbolos e legendas.

 ● Vermelha, utilizada para:

– Demarcar ciclovias ou ciclo faixas;

– Inscrever símbolo (cruz).

 Azul, utilizada como base para:

– Inscrever símbolo em áreas especiais de estacionamento ou de parada para

embarque e desembarque para pessoas portadoras de deficiência física.

 ● Preta, utilizada para:

– Proporcionar contraste entre a marca viária/inscrição e o pavimento, (utilizada

principalmente em pavimento de concreto) não constituindo propriamente uma

cor de sinalização.

Material para Sinalização de Emergência – Karla

 Os seguintes materiais podem ser utilizados para a confecção das sinalizações de emergência:

 a) Placas em materiais plásticos;

b) Chapas metálicas;

c) Outros materiais semelhantes.

 Os materiais utilizados para a confecção das sinalizações de emergência devem atender as seguintes características:

 a) Possuir resistência mecânica;

b) Possuir espessura sufi ciente para que não sejam transferidas para a superfície da placa possíveis irregularidades das superfícies onde forem aplicadas. Devem utilizar elemento fotoluminescente para as cores branca e amarela dos símbolos, faixas e outros elementos empregados para indicar: a) Sinalizações de orientação e salvamento;

b) Equipamentos de combate a incêndio e alarme de incêndio;

 c) Sinalização complementar de indicação continuada de rotas de saída;

d) Sinalização complementar de indicação de obstáculos e de riscos na circulação de rotas de saída.

• Os materiais que constituem a pintura das placas e películas devem ser atóxicos e não-radioativos, devendo atender às propriedades colorimétricas, de resistência à luz e resistência mecânica.

 • O material fotoluminescente deve atender à norma DIN 67510 ou outra norma internacionalmente aceita, até a edição de norma nacional.

• A sinalização de emergência complementar de rotas de saída aplicadas nos pisos acabados devem atender aos mesmos padrões exigidos para os materiais empregados na sinalização aérea do mesmo tipo.

• As demais sinalizações aplicadas em pisos acabados podem ser executadas em tinta que resista a desgaste, por um período de tempo considerável, decorrente de tráfego de pessoas, veículos e utilização de produtos e materiais utilizados para limpeza de pisos.

 • As placas utilizadas na sinalização podem ser do tipo plana ou angular; quando angular, devem seguir as especificações conforme demonstrado na Figura abaixo:

As vitrines da coleção inverno 2010 da Le Les Blanc

A Criacittá, empresa especializada em marketing cenográfico, assina a ambientação das vitrines de inverno das lojas Le Lis Blanc em todo o Brasil.

A composição do espaço traz materiais modulares e geométricos, com linhas, superfícies, planos e volumes.
O objetivo, segundo Nelson Rocha, sócio-diretor da Criacittá, é reforçar os valores já agregados à marca: elegância, contemporaneidade e sofisticação.
Para expor os diferentes produtos da coleção inverno 2010, a Criacittá lançou mão de materiais como módulos de revestimento, plásticos modulares e placas de 50cmx50cm. Os módulos de revestimento foram fixados em cubos metálicos.
Nayara Ribeiro

Sinalização Complementar de Emergência – Karla

Sinalização complementar

 A sinalização complementar é o conjunto de sinalização composto por faixas de cor ou mensagens complementares à sinalização básica, porém, das quais esta última não é dependente. A sinalização complementar tem a finalidade de:

 I – Complementar, através de um conjunto de faixas de cor, símbolos ou mensagens escritas, a sinalização básica, nas seguintes situações:

a) Indicação continuada de rotas de saída;

 b) Indicação de obstáculos e riscos de utilização das rotas de saída;

 c) Mensagens específi cas escritas que acompanham a sinalização básica, onde for necessária a complementação da mensagem dada pelo símbolo.

 II – Informar circustâncias específi cas em uma edifi cação ou áreas de risco, através de mensagens escritas;

 III – Demarcar áreas para assegurar corredores de circulação destinados às rotas de saídas e acesso a equipamentos de combate a incêndio e alarme, em locais ocupados por estacionamento de veículos, depósitos de mercadorias e máquinas ou equipamentos de áreas fabris;

IV – Identificar sistemas hidráulicos fi xos de combate a incêndio.

 

  • Rotas de saída

Visa indicar o trajeto completo das rotas de fuga até uma saída de emergência (indicação continuada).

 

  • Obstáculos

Visa a indicar a existência de obstáculos nas rotas de fuga, tais como: pilares, arestas de paredes e vigas, desníveis de piso, fechamento de vãos com vidros ou outros materiais translúcidos e transparentes etc.

 

  • Mensagens escritas

Visa a informar o público sobre:

a) Uma sinalização básica, quando for necessária a complementação da mensagem dada pelo símbolo;

b) As medidas de proteção contra incêndio existentes na edificação ou áreas de risco;

c) As circunstâncias específicas de uma edificação e

áreas de risco;

d) A lotação admitida em recintos destinados a reunião de público.

 

 

 

Sinalização com criatividade….

simples e de baixo custo, uma ótima forma de indicação do andar….assim não tem desculpa de que errou o andar!

Nayara Ribeiro

Sinalização básica de Emergência – Karla

(A sinalização de emergência divide-se em sinalização básica e sinalização complementar)

 Sinalização básica

A sinalização básica é o conjunto mínimo de sinalização que uma edifi cação deve apresentar, constituído por quatro categorias, de acordo com sua função:

  • Proibição

Visa a proibir e coibir ações capazes de conduzir ao início do incêndio ou ao seu agravamento.

  • Alerta

Visa a alertar para áreas e materiais com potencial de risco de incêndio, explosão, choques elétricos e contaminação por produtos perigosos.

  • Orientação e salvamento

Visa a indicar as rotas de saída e as ações necessárias para o seu acesso e uso.

  • Equipamentos

Visa a indicar a localização e os tipos de equipamentos de combate a incêndios e alarme disponíveis no local.

 

 

Características da Sinalização de Emergência – Karla

Para que serve?

A sinalização de emergência tem como fi nalidade reduzir o risco de ocorrência de incêndio, alertando para os riscos existentes e garantir que sejam adotadas açõesadequadas à situação de risco, que orientem as ações de combate e facilitem a localização dos equipamentos e das rotas de saída para abandono seguro da edificação em caso de incêndio.

  • Características da sinalização de emergência

Características básicas

A sinalização de emergência faz uso de símbolos, mensagens e cores, definidos nesta Instrução Técnica, que devem ser alocados convenientemente no interior da edificação e áreas de risco, segundo os critérios desta IT.

 

 

 

Etiquetado

Vitrine em baixo do viaduto – BLUEMAN INSTINTO COLETIVO

A Blue Man armou uma performance,  embaixo de um viaduto, bem em frente a entrada do Fashion Rio.
A diretora de estilo da marca, Marta Reis, reuniu um grupo de cariocas como o stylist Felipe Veloso e os artistas multimídia Antonio Bokel, Toz, Peu Mello , Bruno “BR”e Lao Andrade, além do fotógrafo Jacques Dequeker. O time ainda contou com Maneco Quinderé, que assina a iluminação, e Max Weber no make para desenvolver a nova campanha da marca.Foram criados por ali o novo catálogo, propostas de vitrine e mais de 90 fotos de lookbook. Tudo ao som do ótimo DJ e produtor Jonas Rocha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nayara Ribeiro

Design de Vitrine em Salvador

Soluções criativas nas vitrines, uma ideia pra se destacar entre tantas lojas, compondo cenários teatrais representando um conceito ou tendência.

 

Nayara Ribeiro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Design gráfico e sinalização, Fazenda São José, Itapira-SP

Natureza e iconografia

O cenário natural dá o tom à identidade visual e à sinalização desenvolvidas por Carlos Perrone , do estúdio Desenhológico, para a Fazenda São José, localizada na região de Itapira, interior de São Paulo, que reúne clube e campo profissional de golfe, pecuária, criação de animais silvestres, aeródromo, além de reserva natural com vegetação de cerrado.Modular e extremamente versátil, o projeto se destaca pela síntese eficiente entre tradição e inovação no padrão gráfico de áreas rurais brasileiras.

Perrone e a equipe do Desenhológico criaram a marca geral e as específicas para cada atividade da São José, a partir de desenho que faz referências à vegetação do entorno e ao nome da fazenda.

“Nossa idéia era minorizar a interferência napaisagem e enfatizar a proximidade com o cerrado, que, ao contrário do que se imagina, não é exclusivo do Brasil central. Pensamos ainda em trazer à memória a identidade tradicional de áreas rurais brasileiras, caracterizada pelo nome escrito por extenso e iniciais em evidência”, explica o designer e arquiteto.

A inovação é obtida pela introdução de cores fortes , pela coexistência de materiais como o aço e amadeira e, ainda, por padrão gráfico que, ordenado por símbolos e representações pictóricas, caracteriza-se por traços e contornos quase esquemáticos.

angico-vermelho , árvore típica da região, identifica a marca geral da São José, enquanto a bola de golfe, os animais e o aeroplano diferenciam as secundárias.

Acima de critérios técnicos, Perrone explica que o projeto priorizou a ambiência de relaxamento da fazenda, conceito identificável pela linguagem visual com forte carga iconográfica. “A Fazenda São José é vista por pessoas em estado de repouso, o que nos deu a liberdade de relegar a preocupação com a alta legibilidade e velocidade na transmissão de informações”, ele avalia.

É também marcante a idéia de enquadramento , tanto na paisagem quanto na própria identidade visual, estruturado pela repetição de elementos e recortes quadrados. No sistema de marcas, esse padrão é obtido por desenho ortogonal em que o logotipo é emoldurado por contorno na cor verde, dividido em quatro partes iguais. Elas contém isoladamente as palavras que integram o nome da fazenda e, em destaque, no canto superior direito, o ícone que identifica cada marca e atividade isoladamente.

A sinalização apóia-se em sistema construtivo que leva em consideração a resistência a intempéries e a sutil inserção na paisagem natural, sobretudo ao criar recorte retangular, portanto área vazada , entre o logotipo da marca e o nome do espaço. Assim, enfatiza Perrone, “a bela paisagem é sempre referência para o usuário”.

campo de golfe , com 240 mil metros quadrados, nove buracos e quatro lagos, é uma das principais áreas da fazenda, tanto pelo uso profissional quanto pela localização privilegiada em meio ao cerrado.

“Não tínhamos experiência anterior com a codificação do esporte, mas mergulhamos em seu universo visual para criar sinalização eficiente e inédita. O que descobrimos é que há geralmente forte vinculação ao estilo norte-americano, com tendência à fantasia.Não gostamos do que vimos ”, comenta Perrone.

Assim, o projeto do Desenhológico se concentrou na pesquisa e no cuidadoso desenho de mapas , de representações do campo de golfe, o que eliminou as tradicionais bordas e contornos das figuras.

“O jogador tem à disposição desenho efetivamente representativo das dimensões e características físicas do campo e, embora a sinalização seja inovadora, qualquer que seja sua nacionalidade há aimediata identificação da imagem visual do esporte ”, define Perrone.

Texto resumido a partir de reportagem
de Evelise Grunow
Publicada originalmente em PROJETO DESIGN
Edição 291 Maio de 2004

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nayara Ribeiro

Sinalização – Museu da imagem e do som

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nayara Ribeiro

Decoração de estande, crachá, bolsa e folder para exposição da Souza Cruz na Expopostos – RJ

Design gráfico – planejamento visual – layout – arte final – comunicação visual – gráfica – sinalização > Decoração de estande – brinde bolsa – crachá –  folder – para a Souza Cruz – Feira Expopostos – RJ

Nayara Ribeiro