Interessante dar uma olhadinha

Olimpíadas Rio 2016

 

A essa altura do campeonato você já deve ter visto a logomarca da Copa de 2014 que será no Brasil. Piadinhas a parte e milhares de twittadas comentando sobre o tema, claro que queremos descobrir o responsável.


Após descobrirmos que foi um estúdio francês de design (Richard A. Buchel) que criou a marca da Copa do Mundo no Brasil e quem ajudou na votação foram: Paulo Coelho, Niemeyer, Ivete Sangalo, Gisele Bündchen, Hans Donner e outros, o que poderia-mos concluir?
É a coisa mais comum um trabalho ser criado e o cliente não aceitar de primeira e te pedir para que sejam feitos refinamentos no que você apresentou a ele. Não consigo entender como esta foi uma das 6 opções de escolha de marca para uma copa, e o mais interessante, a vencedora. Tento deixar as críticas de lado, mas eu também sou brasileiro ( e também designer gráfico) e me ofendi com a escolha.
Me faz pensar por que não um estúdio brasileiro criar a marca? Seria tão obvio e sensato. Mas como rola muita grana por trás e sabemos que tudo isso foi comprado… Infelizmente temos que aceitar. Diferentemente do COI (Comitê Olímpico Internacional) que acredito eu, a identidade visual não é obtida através de suborno.
A identidade visual das olímpiadas é algo que encanta e mostra a fundo a cultura de um povo, gostaria de criar uma postagem só sobre isso, mas é mais fácil escrever um livro.

O último trabalho deste semestre foi criar a identidade visual das Olimpíadas de 2016 (que também serão no Brasil, mais especificamente no Rio de Janeiro). Identidade visual esta que ainda não está definida.
Desafio:
– Criar no mínimo 3 pictogramas sendo um deles o Atletismo (que deu origem as olimpíadas)
– Criar o Cartaz Oficial
– E claro, criara a Marca Oficial dos Jogos de 2016.

Segue nossa apresentação:
apresentação02-1 apresentação02-2 apresentação02-3
Como mostrar o Brasil lá fora? Sem usar clichês? Como descobrir a verdadeira identidade de um povo que não é apaixonado pelo seu país. Que se perde quando é questionado a falar de sua própria cultura?
Pesquisamos a fundo a identidade do brasileiro, de cada povo que aqui vive, das origens do nosso povo. As pessoas de diferentes países que para cá vieram, como elas mudaram e acrescentaram na nossa cultura e costumes. Somos um povo muito rico de culturas, tão rico que acabamos nos perdendo e desvalorizando nós mesmos nossa quantidade de diferentes culturas.
Então, quem somos nós?
Fomos procurar explicação nos textos do antropólogo Darcy Ribeiro.
 apresentação02-4
Após um aprofundado estudo sobre os textos deste autor, conseguimos entender melhor como se posiciona o brasileiro e quem ele é de verdade.
apresentação02-5

Chegamos à seguinte conclusão:
Nós não apenas absorvemos a cultura dos outros povos, como também transformamos ela e a ABRASILEIRAMOS. Está é a palavra-chave na conceituação do nosso projeto: Abrasileirar.
apresentação02-6
E foi pensando neste conceito que desenvolvemos nossa marca: Povo que recepciona, sempre de braços abertos para receber o outro, que se esforça para se adaptar a ele e pensando descobrimos que observamos a cultura do outro e a adaptamos para o jeito brasileiro.

apresentação02-7
E este foi o resultado obtido para nossa marca das Olimpíadas Rio 2016. Uma marca totalmente cambiável, característica do nosso povo.
apresentação02-8 apresentação02-9
A riqueza dos ritmos do Brasil nos inspirou, são tantos. Posso me lembrar de alguns como o samba, pagode, maracatu, chorinho, rock, mpb, música afro, o rap… ah a Bossa nova (que nos faz ainda suspirar ao ouvir). Em fim, uma infinidade.

apresentação02-10
Esta é a Pira Olímpica, pensada, planejada e executada em 3D tomando como referência Oscar Niemeyer. A idéia dela era sair fogo nas cores verde, amarelo e azul; possível de se fazer.

apresentação02-11
A medalhas carregando a marca sustentada por fitas coloridas fazendo uma referência as fitinhas de Nosso Senhor do Bonfim.

apresentação02-12 Camisetas para serem usadas pelo comitê olímpico e pelos torcedores. Sempre com a marca presente de alguma forma.

Pensamos em como apresentar este trabalho, pois teria-mos que nos destacar. A solução foi esta camiseta abaixo

 

Print 
Camiseta esta que forma a nossa bandeira e também é a desconstrução do pictograma criado.

apresentação02-13 A família que desenvolvemos dos pictogramas que é baseada na desconstrução da marca, onde tivemos que fazer vários testes de compreensão para ver se eles eram compreendidos por grande parte das pessoas.
apresentação02-14 E o Cartaz Oficial, que usa nossa marca para formar subliminarmente a bandeira do Brasil.

Bem, para apresentar um trabalho tão complexo, tinha-mos que ir vestidos a caráter.Foto0273
É, essa é a vida que eu escolhi. Não basta gostar, tem que amar.
(Realizado por Árion Aleixo, Alan Pedro Guerra, Giuliano Di Sevo e Rodrigo Ribeiro

Anúncios
Etiquetado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: