O poder da vitrine – Edi Caires – Post 12

Postado por Thereza em 05 de August de 2010 às 17:07

Se tem uma coisa que – arquitetonicamente – me incomoda é quando algumas lojas insistem em esconder suas vitrinesComo assim!? Quando elas usam de algum artifício engenhoso pra sublimar o que tem que ser SEMPRE exibido: o recheio da vitrine.

E não tem essa de conceitualidade não, deixemos isso pra galerias de artes, eu quero ver éo que a loja tem pra me oferecer, logo de cara!

vitrine-topshop-london

Agora é lógico que não precisamos serguir o óbvio à risca. Não necessariamente com meia dúzia de manequins se faz uma boa vitrine (mas essa da Topshop tá uma graça), pelo contrário!

Existem inúmeras opções pra uma coleção e conceito serem exibidos e, principalmente, nos deixar com vontade de entrar na loja e se integrar ao ambiente convidativo (por isso que a contratação de um vitrinista é fundamental, nada de improviso).

vitrine-gap-vancouver

A loja da Gap em Vancouver é um exemplo interessante desse capricho, dos manequins às sacolas invertidas. Quem não gostaria de entrar nessa loja pra saber o desenrolar (e o porquê) do conceito adotado?!

Agora se tem um cara que entende de marketing é o Marc Jacobs! As lojas dele na Bleecker st. em Nova York sempre tem uma temática que nos convidam ao consumo (e como boa turista, uma fotinho com a vitrine ao fundo!).

vitrine-marc-jacobs
Ano passado vi umas 4 vitrines diferentes (daí as fotos caseiras), que sempre me passaram um tema, seja de clima de natal ou do lançamente de um produto (no caso, o perfume Lola). Enfim, me hipnotizaram fizeram querer entrar!

vitrines-ny

Sinto que aqui no Brasil, muitas lojas ainda não tem esse cuidado, há muito desperdício e mau uso do espaço. E não falo só de lojinhas de bairro, mas sim de muitas lojas famosas. Um dias desses vou sair por aí fotografando tudo de bom (e de ruim) que aparecer pela frente! Quem tiver dicas, pode falar!

vitrine-dior-ny1

Agora esse post surgiu depois que vi essa vitrine, ops, TAPUME, que está atualmente na loja da Dior da 57th st. em NY, que está em obras. Amei a idéia da Lady Dior servir de tapume de obra, na minha época de obra era um compensado reutilizado e olhe lá!

Agora um adendo arquitetônico: esse prédio da Dior foi feito pelo meu ex-chefe, o arquiteto francês Christian de Portzamparc! Essa construção já recebeu vários prêmios e foi considerada um dos grandes projetos arquitetônicos contruídos em NY nos últimos anos! Vale muito a visita

Edi Caires

Anúncios
Etiquetado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: